Infames Acusações Contra Lula, Grande Estadista, Não Destruidor!

Texto originalmente postado no Vi O Mundo (Acesso Aqui), a quem agradecemos, mais uma vez, pelo preciosíssimo espaço concedido.
Lula Presidente - WikipediaSobre o texto do eminente articulista Wanderley Guilherme do Santos,  postado No Vi O Mundo (Prioridade de Lula é esmagar Ciro), tecerei uma pequena digressão e tentarei, por mais que difícil possa, me ater ao tema.

Via de regra, não comento textos desses naipe, onde, num gesto descompensado, desproporcional, odioso e ad hominem, o articulista tenta imputar ao aludido as mazelas e diatribes eventualmente sofridas pelo eventual agredido, quando, na verdade, o pretenso aludido se desqualificara a cada declaração ou gesto.

Ora, sou tão cearense quanto o palrador Ciro. E conheço seu jeito de governar. Mas não me deterei nisso, haja vista tentar, mesmo lançada a isca da discussão sem propósito, evitar a destruição de reputações.

Basta dizer que o sr. Ciro Gomes nada fez para se contrapor à prisão injusta, covarde, cretina e claramente golpista de Lula. Pelo contrário, até coonestou-a.

Quem agiu de má-fé fora Ciro, sempre, e não Lula.

Quisesse  e | ou tivesse discernimento e honra, teria lutado por Justiça, pelo Devido Processo Legal, ilustre ausente, sempre, e não para tirar alguém do páreo, pária se mostrando. Homens lutam por ideias, jamais por dividendos de qualquer monta.

Fora Ciro quem se desnudara, sr. Wanderley.

Não inverta as coisas, à guisa de fidedignidade perante a história. Lula padece de todos os defeitos de um político, haja vista sê-lo e em um país onde sem [e mesmo com] coalizões seja impossível se governar.

O Lula conciliador é, antes de tudo, uma necessidade e algo que o forjou, ao cabo. Noutras ocasiões, além de conciliador, como se já falara, transbordou de boa-fé (a tal de Lei da Ficha Limpa [dos tucanos] que lho diga, bem como a investidura em funções no Golpiciário de pessoas sem a menor integridade moral para tanto…).

Mas ninguém pode lhe imputar de destruir pessoas, reputações, conspirar. Isso não é do conciliador Lula.

Quem sofre LawFare é Lula e quem não combate ilegalidades é o maior dos pecadores; é omisso e prevaricador.

A verdade vencerá, sr. Wanderley.

Ajudemos Lula, fiquemos do lado certo da história, pois, malgrado se possa pensar em maniqueísmo político, ora no Brasil, combater as agressões aos direitos básicos é revolucionário.

Nosso inimigo é quem nos suga o Pré-Sal, Alcântara, destruiu nossa indústria naval, fez água ao acordo de transferência de tecnologia com os suecos, perdoa dívidas milionárias de bancos, etc., não Lula.

Conclamando a combater do lado certo, como faz D. Marluce.

Anúncios

Lula, Ícone De Um Povo, Viverá!

Calunista‘ Global Incita, defende, abertamente, o desaparecimento de Lula (Alô, JustiSSa! Alguém ainda aí?)
Não carece repetir o nome do escriba, nem ao poço do ódio, nem mesmo suas lassas razões, tudo isso sobejamente disponível in loco, bem como nas Redes Antissociais. Faça-se rápida, mesmo que não vápida análise sobre o ódio e seus arautos, e só.

Pelo bem do país, Lula deve Morrer, disse o embevecido, encolerizado calunista. Estivéramos em uma democracia, quem destila tanto ódio, tanta apologia à morte estaria em sérios apuros legais, presume-se.
A propósito, o que é o Bem ao qual se refere o salivante? Sobre qual país este apanágio recairia? Ao mesmo onde todo aparato ideológico deixa incólumes mercadores deste, inclusive de sentenças? Pouco provável…
Resta inútil lembrar ao salivante calunista que, malgrado se possa matar o homem alvo de tanto ódio, impossível matar o ícone. Lula é tão indestrutível, enquanto alter de uma era, de um povo, de uma identidade, coisas sabidamente ausentes na classe dominante, que seu desaparecimento físico poderia produzir resultados inesperados, exceto cessar o mito; empoderá-lo, ainda mais, certamente. É por isso que ainda não se ordenou, ainda, da Matriz, a Solução Final para o “Jara“.
Neste ponto, os que controlam os títeres daqui têm muito mais sensatez, por assim dizer.

Pelo bem de qualquer lugar, aqui, algures, Lula deve viver; todos devemos; ser escrutinado pelo seu povo, pois, de todos os males e sortilégios, que perdure a esperança, tão sabiamente velada por Pandora, em prol dos homens.
É o triunfo da razão sobre o ódio. Lutar pela liberdade (e pela integridade física, mais do que nunca, de Lula ou de qualquer pessoa que se encontre ameaçada pelas suas convicções políticas. Lula vive. Viverá, sempre… Ele representa Madiba e Dreyfus, e isso não pode ser evitado. Saibam disso os salivantes. Lula do Brasil.