A Derrocada Do Parlamento, Forças Ocultas E As Eleições De Mentirinha

Dilma - Pronunciamento após o Processo Câmera BaixaO dia 17 de Abril, mês, como diz o escritor, sempre despedaçado, no Brasil, não pode ficar incólume, como se fora um dia qualquer. É o dia da reconquista do Estado. Aconteceu de novo, perante os olhos marejados de uns, estupefatos, d´outros, e extasiado dos perpetrantes do golpe parlamentar-judiciário.
Desta vez, não ficou a Quarta-Frota dos nossos eternos amigos (pior para nós) de prontidão: a nova modalidade de reconquista passa pelo Parlamento e pelo Judiciário. Sem ostensividade. Sutil e eficiente. Sem uma gota de sangue (até porque sangue é vermelho, coisa de comuna…).
Ah, Abril, se não tivessem tanto medo do dia primeiro e de sua má pecha, tu levarias o crédito de ´64. Deixes como está.

A senha para uma votação folgada, segura, naquele simulacro de Processo de Impeachment, veio de Moro, o juizeco de 1ª Instância, nas horas vagas, dublê de corvo, ou de seus eminentes, o que dá no mesmo: a Operação Lasca-PT, digo, Lava Jato, estaria a cerrar as portas, já cumprira sua função; ou seja, votem no golpe, e entre mortos e feridos, todos terão vida longa. Sem qualquer abespinhamento com a justiça (caixa menor intencional). Tentador, não, em se conhecendo a folha corrid., digo, o curriculum da maioria daqueles nossos “representantes”?

A distribuição virtual do butim se deu bem cedo. A imprensa pigal já “vazava” alguns ministeriáveis do novo governo (caixa também intencional. Governo golpista é sempre minúsculo). Só gente conhecida do rentismo brasileiro. Nada de novo sob o front da terra arrasada. “Ventilava”, também, algumas ações do ‘novo’ governo, como a volta da CPMF. Sim, concordo. Com Lula e Dilma este tributo foi infamado. Mas o PIG dá um jeito de tornar as coisas mais ‘palatáveis’, como sempre.

Trabalhando em outra frente, alguns aprendizes de Golbery já correm com novas estratégias salvadoras, como eleições gerais. Segundos estes “gênios”, Dilma teria uma saída elegante, não precisaria mais percorrer à Via-Crucis de nova[s] derrota[s] no Senado nem muito menos no STF. Um plano perfeito, pelo menos para quem tem um banco de vantagens, não é mesmo? Só faltou combinar com os russos, digo, com os vitoriosos, afinal, Temer, o qual acaba de ganhar um mandato-tampão com apenas 367 votos (Dilma, quem manda ser besta, precisou de 54 milhões deles. E, no fim, valeram bem pouco!), não parece tentado a esta aventura às cegas. O mandato via golpe parece lhe bastar.
Dilma, por seu turno, não é de renunciar. Aguentou soco na cara de milicos. Toda a sorte de violência. Não desistiu nem delatou ninguém. Pode-se lhe reputar como incompetente, no sentido político. De não ter caráter, jamais.

Esta proposta, que parece mais uma tentativa de esquentar o golpe, dar-lhe verniz legal, padece de vício de origem. Ora, ontem o Parlamento (ou seria Para Lamento?) disse, nas entrelinhas do golpe judiciário-midiático, que meu voto não valeu. Quem decide são eles. Ponto.
Agora, a população é convocada para votar de novo. Confuso, ineficaz e nem um pingo justificável, sob qualquer ótica, até para um país que precisa se recompor e se sabe que um processo de votação, programado ou extemporâneo, não é barato. Jogaram meu voto “no lixo” e agora me reconvocam para legitimar um golpe, nas urnas? Surreal, mesmo no Brasil.

Dilma, o PT e todas as forças de esquerda devem lutar pela legalidade, pela lisura do processo, inglória ou não a batalha. É mister de quem crê na legalidade ante a violência que manieta o Estado brasileiro, hoje, ontem, sempre. A famosa Mão Invisível ou as Forças Ocultas, como dizia Jânio Quadros.
Aliás, se não proscreverem o PT, afinal para grande parcela dos políticos brasileiros, a Guerra Fria está em pleno vigor, ele, o Partido, volta em 2018, pois a Ponte para o Futuro, considerando que a direita sempre golpeia, depois dá um arranjo, ou seja, não tem projeto de Nação, está mais para pinguela dos sem futuro. Deixa que estes golpistas comecem a la Macri e logo logo o mais parvo dos brasileiros verá que fizeram coisas inenarráveis debaixo daquela ponte dos sem futuro…

Dilma, Lula, esquerda brasileira. Resistamos ao canto da sereia de eleições antecipadas; é a maior fria que já se imaginou. É, idem, corromper, maniatar, mais uma vez, a vontade do povo. É um parlamentarismo trigueiro, acochambrado, arranjado, urdido nas sombras, tornando sem efeito o Plebiscito de ´93, o qual consagrou o Presidencialismo e deixou os golpistas de sempre com uma saída a menos. Eleições só em 2018. Com Lula ou alguém da esquerda com capacidade de amalgamar a vontade do povo brasileiro. Lutar, resistir. Jamais compactuar com os atalhos. Legalidade sempre.

Anúncios

7 comentários sobre “A Derrocada Do Parlamento, Forças Ocultas E As Eleições De Mentirinha

  1. Querido Morvan, obrigada por permitir ter acesso a tão instigante texto, que estás certo, certíssimo. É uma análise perfeitamente lúcida, principalmente agora num contexto que muitos continuam a gritar PT, Dilma e Lula. Penso (todo penso é torto) seria a continuação dessa força Governista que ainda não se deu por Morta e enterrada. Não ficam quietos quando alguém mostra qualquer falhas cometidas. Querem agora, a legalidade das Diretas Já, mesmo sabendo, tendo consciência que será um processo injusto, incompleto, irregular. Mas por alguns momentos eu me permiti sonhar … Entendo perfeitamente quem a quem possa interessar? O quanto isso tudo é um Grande engodo, fortalecendo ainda mais as forças obscuras sustentadas em ideologias arbitrárias, contra os interesses da Classe trabalhadora e os interesses burgueses. Obrigada por abrir a tempo os meus olhos. Muito feliz por ser tua amiga, ainda que seja no virtual.
    Um abraço Amigo.

    1. Tânia: (8 de setembro de 2016 às 10:53):

      … Mas por alguns momentos eu me permiti sonhar … Entendo perfeitamente quem a quem possa interessar? O quanto isso tudo é um Grande engodo, fortalecendo ainda mais as forças obscuras sustentadas em ideologias arbitrárias, contra os interesses da Classe trabalhadora e os interesses burgueses. Obrigada por abrir a tempo os meus olhos. Muito feliz por ser tua amiga, ainda que seja no virtual.
      Um abraço Amigo.

      Bom dia.
      Reciprocamente, Tânia. Este artigo eu postei já na ocasião em que se ensaiavam alguns posts de apoio a eleições antecipadas, principalmente no CAf, mas lá os comentários estão desabilitados.
      Todo este processo não pode ser feito de forma atabalhoada; veja só o que acontece nas eleições municipais. A discussão foi totalmente sufocada pela farsa do Impedimento. Periga termos, acredite, um par[a]lamento pior do que o atual, em nível municipal. Política sem discussão é fábrica de coxários.
      Abraço e bem-vinda.

      1. “Todo este processo não pode ser feito de forma atabalhoada; veja só o que acontece nas eleições municipais.”

        Entendo Morvan. Tenho consciência da necessidade de um processo com muita discussão, engajamento, mas se é inútil acreditarmos na falácia das Eleições, ainda que apostando no menos ruim. Qual seria,então, a alternativa pro povo brasileiro que necessita de políticas públicas urgentes, fome tem pressa, famintos são da política do assando e comendo. Seria a Revolução? Eu estava tranqüila nas minhas cogitações, pensando em tudo e nada ao mesmo tempo , e você atiçou algumas de ideias. Abraço.

      2. Boa tarde, Morvan. Sei que é inútil acreditarmos nessa falácia das Eleições, ainda que seja apostando no menos ruim, mas quais alternativas a médio prazo para um povo tão faminto de políticas públicas que o enxergue, para a fome que não espera?
        Abraço!

        1. Boa tarde.
          Tânia: (8 de setembro de 2016 às 13:18):

          … Sei que é inútil acreditarmos nessa falácia das Eleições, ainda que seja apostando no menos ruim, mas quais alternativas a médio prazo para um povo tão faminto de políticas públicas que o enxergue, para a fome que não espera?
          Abraço!

          Tânia e demais leitores, em todas as eleições, querendo ou não, sempre escolhemos “apostando no menos ruim”, com o agravante de, no caso dos coxários, a aposta nem ser deles, e sim da mídia. As eleições, instrumento burguês por excelência, só seriam práticas se houvesse, a priori, um processo de conscientização dos coxários. Mas, convenhamos, afora nós, militantes, e alguns poucos teóricos, ninguém consegue enxergar isso. O PT, abduzido pela governabilidade (dos outros!), pensou que governaria numa ilha udenista. Não leu Lenin (nem Engels; ou seria Hegel, segundo os procuradores messiânicos!), para quem as eleições seriam a coonestação do Gabinete burguês.
          Em suma, só há uma saída — a longuíssimo prazo: educação política para as massas (e para alguns petistas, pois não).

  2. Compa… digo, rapaz !! Esta é a palavra : resistir !!
    E tomo a liberdade de enviar o link de um artigo que li exatamente no dia seguinte àquela vergonha inominável, e que me fez pensar “sim vai ser difícil, não vai ser amanhã de manhã, mas não tem volta !! Nós vamos resistir ! ”
    Lembro de um filme antigão – acho que anos 50 – chamado ” a Ponte do Rio Kwai ” ( acho que é assim que se escreve)… Se nunca assistiu, assista. A analogia cai como uma luva, rsrsrsrs….

    https://ninja.oximity.com/article/N%C3%B3s-vamos-sacudir-este-pa%C3%ADs-1?faid=973788

    Grande abraço, da atualmente Búlgara Negra !!

    1. Boa noite.

      Ximene (14 de maio de 2016 às 21:21):

      Compa… digo, rapaz !! Esta é a palavra : resistir !!… Nós vamos resistir ! ”
      Lembro de um filme antigão – acho que anos 50 – chamado ” a Ponte do Rio Kwai ”… Se nunca assistiu, assista…

      Cara Ximene, lembro-me bem deste filme. Um épico do David Lean. Fala sobre estoicidade e resistência e eu concordo com você: ainda nem começamos a lutar.
      Obrigado também pelo Elo de Acesso ao Mídia Ninja. Excelente.

      Saudações “Eleições: forma estranha de coonestar o golpe par[a]lamentar-jurássico. Vamos enfrentar os golpistas; eles não têm coragem nem votos“,
      Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

Se Desejado, Comente Sobre Este Tópico. Comentários são muito enriquecedores, mas o Blogue se reserva no direito de não publicar comentário chulo, fora do tópico e ou qualquer tipo de SPAM.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s